quarta-feira, 22 de setembro de 2010

O toque mágico do haicai

Haicai é uma forma poética que tem como sua maior expressão as poesias de Bashô, que viveu no século XVII, no Japão.

É um toque instantâneo, cheio de percepção do presente. Sensibilidade, cor, brilho, enlevo.

Uma imagem com poucas palavras, concisão, objetividade.

Haicai de Bashô:

Uma lagoa

O sapo pula nela

Ploc.

Um haicai de Carlos Antonholi:

Pétala caiu

Se quis colori o chão

Fez bem, conseguiu.

O haicai exerce sobre meu espírito uma espécie de eloquente encanto. É mensagem cheia de gravidez poética, de sublimidade espiritual, é uma mensagem quase sem palavras, bem vizinha do silêncio, da telepatia com a natureza.

A mente precisa está serena para sentir a beleza de um haicai. Tudo em seu interior precisa encontrar-se em paz, sem ruído, para que você possa ver, sentir e ouvir.

Quietude

O barulho do pássaro

Pisando em folha verde.

Outro Haicai:

Florada de ipês!

Meu pai também se alegrava

Em tarde como esta." Taruko Oda

O haicai é uma linguagem poética superior, um toque mágico da criação humana, uma comunicação mais pelos sentimentos do que pelas palavras.

2 comentários:

juhofe disse...

Imbuia morta
jaz tombada no paço,
como um troféu.

Orácio Felipe

Anônimo disse...

Dimensões para serem vistas e sentidas com os olhos da alma e nós sabemos bem como se dá esse processo. Muitas vezes até nossos sonhos revelam muito mais que possamos imaginar. Com certeza seu livro a de tocar ainda muitas mentes por esse nosso Brasil e por que não dizer o mundo. Sucesso !

* * *