segunda-feira, 7 de junho de 2010

Advocacia com espiritualidade

Aos Pés do Mestre é um livro inspirador escrito por Krishnamurti, um dos maiores filósofos do século XX.

Grandiosas lições podemos aplicar na advocacia, tornando-a mais ética. Além de ser um livro espiritual também é um guia moral para viver bem.

Uma frase da obra fez meu pensamento viajar: "Deus tem um plano e esse plano é a evolução; quando o homem tiver visto esse plano e realmente o conhecer não poderá deixar de cooperar nele, integrando-se nele, tal a sua glória e beleza".

Isso que dizer que o mundo caminha para a perfeição, para a qualidade. Deve o advogado, a cada dia aprender algo novo para evoluir em sua carreira, melhorar a sua ética profissional, pessoal, familiar, aperfeiçoar a sua oratória, a sua escrita, crescer espiritualmente. Advogado sem espiritualidade é advogado sem essência, sem espírito, sem vida. Advogado sem espiritualidade não avança no desenvolvimento de toda a potencialidade de sua profissão.

Diz Krishnamurti que o discernimento é uma das qualidades necessárias para trilhar o caminho da evolução. Discernimento para exercer a escolha entre o bem e o mal, entre o real e o irreal, entre o importante e o não importante, entre o útil e o inútil, entre o falso e o verdadeiro, entre o egoísta e o desinteressado, e entre as inúmeras variantes que existem nessas escolhas.

Discernimento é o que não deve faltar para o advogado na busca de seu progresso. A cada momento estamos diante de escolhas que podem nos elevar ou nos rebaixar. Somos aquilo que escolhemos. A capacidade de discenir é a salvação profissional. De posse dessa faculdade, o advogado só escolherá aquilo que tornar sua profissão mais cheia de glória e beleza!

Um comentário:

Kyllyson disse...

Bom dia Sanderson,

O conhecimento adquirido por vc ao longo dos anos no estudo e prática do direito aliado aos conhecimentos emanados da fonte superior podem contribuir com a evolução da nossa humanidade. Não perca o foco.