quarta-feira, 2 de junho de 2010

Da arte da guerra à arte da paz

Já vi vários livros, e tenho até alguns, que adaptam o famoso clássico de Sun Tzu, A Arte da Guerra, em outras áreas da vida humana: A Arte da Guerra para Executivos, A Arte da Guerra para Mulheres, A Arte da Guerra para Advogados entre outros. São livros interessantes.

Mas o que me chamou a atenção foi a aplicação dos princípios d´A Arte da Guerra como caminho para fazer a paz. Sun Tzu não mais a serviço da competitividade, da disputa, do conflito, do quem chega primeiro. Mas Sun Tzu para a harmonia, para a tranquilidade, para a concórdia.

O nome do livro é A Arte da Paz, de Philip Dunn, autor de mais de 40 livros.

Nós, advogados, em meio a litigiosidade do mundo jurídico, precisamos da serenidade, da paz mental e da paz espiritual. Quanto mais paz tivermos mais salutar e inteligente será nossa argumentação em prol de uma ideia, pois sabemos que a tranquilidade interior potencializa e faz vibrar com mais beleza o poder da nossa voz.

Manter-se em paz, segundo Dunn, é um ato que exige inteligência, pois a guerra é a manifestação da própria ignorância.

"Concentre-se no amor, na consciência e na paz, e terás poder para reagir diante de quaisquer circunstâncias".

3 comentários:

joanadarcativistadh disse...

ILUMINADO SANDERSON, HODIERNA E,
OPORTUNA POSTAGEM AOS NOSSOS TEMPOS
TÃO ACRE QUE VIVEMOS!!!
FAÇO MINHAS TERAPIAS LENDO O BLOG
QUE 'CONDUZ À LUZ' EM REFLEXÕES!!!
TENHO TRABALHADO DEMAIS,NÃO o TENHO
VISTO,TORÇO INCORRIGIVELMENTE,PELO
SUCESSO DE SEUS TRABALHOS!!!
SUCESSO E LUZ,SEMPRE!!!

JOANA D'ARC VALENTE SANTANA

Renata disse...

Inspirador o texto. Parabéns!

Maria Quintela disse...

Verdade! Muito enriquecedor!! Hj procuro ser uma Guerreira Pacifica!!