segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

O merecimento, o bom e o ruim

Refletindo sobre os fatos da vida, num dos livros de Osho, li a seguinte frase:

"A natureza nunca é injusta com ninguém. Tudo o que uma pessoa merece ela recebe. A natureza sempre dá aquilo que você merece, aquilo que está preparado e pronto para receber. Se você está feliz, você merece está feliz. Se você está amargurado, você merece está amargurado".

Quando, pelo merecimento, recebemos coisas boas, não existe dificuldade em compreender a frase acima. Se sou vitorioso, tenho sucesso, tenho dinheiro, tenho uma linda casa, ganhei na loteria, tenho uma linda mulher, etc, é porque mereço.

Mas quando, também pelo merecimento, temos que sofrer os revezes da caminhada, dos grandes aos pequenos, achamos que isso é uma injustiça, que estamos sendo vítimas do acaso, dos acidentes, do destino, da inveja dos outros, das macumbas, e de outras coisas mais.

Até chegamos a compreender o merecimento ruim, mas quando é com os outros; quando é na nossa pele, procuramos subterfúgios, racionalizações, justificativas, desculpas.

Acredito eu que tudo está conforme o merecimento, mas não tenho ainda a elevação de consciência necessária para ver com total clareza. Mas quero seguir nesse caminho para ampliar minha ha compreensão da existência.

Por trás de todo o merecimento que aparentemente não é bom, há sempre um lado positivo, uma lição a aprender, uma oportunidade de crescimento. Os homens bem-sucedidos são aqueles que procuraram superar todas as dificuldades, todos os obstáculos, ao invés de ficar se vitimizando, chorando, se lamentando, sem forças para agir, apático, na beira do caminho.

5 comentários:

Nostradamus disse...

Na maioria das vezes é mais cômodo se passar por vitima, mesmo sem querer ou reconhecer essa vitimação.
No entanto suas palavras são pura e simples verdades, que as vezes não são fáceis de serem aceitas dependendo da situação. Mas dentro do merecimento ruim, na colheita dos espinhos e das pedras atiradas, uma das formas que encontro prá superar a tudo isso é ter o merecimento de termos ao nosso lado sempre um bom amigo orador de bem que sabe nos conduzir com sábias palavras. Nos dias de hoje ter o merecimento de "ter" amigos, todos podem ter, no entanto, vitorioso é aquele que tem o merecimento de ter amigo dentro da palavra "ser', pois o ser é algo que vem de dentro, tem conteúdo. E que merecimento bom eu posso dizer que tenho. Amigo com conteúdo !!!

wellington disse...

É magnífico como o ciclo natural da vida segui seu rumo sem titubiar, como se tudo estivesse escrito. Em suma, muitas vezes parece que nossas decisões em nada mudariam nossos destinos, contudo acredito que tudo não passa de um jogo de cartas pelo qual cada erro ou acerto repercute direta ou indiretamente no futuro do resultado.
Então, embora não tenhamos o controle absoluto sobre nossas vidas conseguimos no mínimo mudar a trajetória um pouco para lá um pouco para cá deste maravilhoso barco que é o nosso destino.

wellington disse...

Tudo nos faz pensar que a vida é um jogo de cartas marcadas, pelo qual em nada adiantaria a busca por alternativas a fim de evitar derrotas ou angústias, porém acredito que cada escolha reflete direta ou indiretamente no resultado final, pois mesmo não sendo senhores absolutos dos nossos destinos podemos interferir de forma que um pequeno erro ou acerto nos leve a glória e a conquista dos nossos objetivos.
Muito lúcida a mensagem, já que demonstra que apatia, leniência e preguiça são características inerentes aos pobres de espírito.

Nostradamus disse...

Complementando um pouco mais sobre nosso merecimento. Estou passando a observar mais minha sombra através do livro "O Efeito Sombra". Pois ela (a sombra)faz parte da nossa dualidade. O bem e o mal, o bom e o ruim. Eis um merecimento. Algo estudado por muitos sábios.

Nassara Nasserala disse...

Dr. Sanderson, adorei seu blog, seus textos... parabéns!