segunda-feira, 26 de abril de 2010

As infinitas possibilidades da advocacia

Quer ser santo? Pela advocacia você chega lá.

Quer ser empresário? Pela advocacia o caminho é viável.

Quer ser político? Trilhe pela advocacia.

Quer ser ator? Pela rota da advocacia se consegue.

Quer ser professor, um mestre? Que belo varadouro é a advocacia!

Quer ser orador? Existe rumo melhor que a advocacia?

Quer ser famoso, ter sucesso, ter prestígio e tudo que o ego humano anseia? Pela advocacia você se realiza.

Quer viver uma vida comum, tranquila, longe das confusões e da baixeza dos homens? É só escolher a advocacia que você também descobre o segredo.

Quer ser um pensador, um filósofo? A advocacia conduz até lá.

Quer ser um escritor? Não deixe pra depois, a advocacia é a ponte.

Quer ser policial, juiz, promotor, delegado, procurador, desembargador, ministro, seja lá o que for? Vá pela advocacia.

Se o seu filho estiver em dúvida de qual profissão seguir leve esse texto até ele, para que sua escolha seja ainda mais consciente, mais ampla. A advocacia é uma profissão de infinitas possibilidades.

Aprendi que a advocacia nasceu no momento em que um homem se ergueu para defender outro, ainda nos tempos das cavernas. Essa profissão não deixará jamais de existir, a não ser, é claro, se o Paraíso de Deus acontecer a toda humanidade. Quem defender, quem acusar, quem prender? Todos serão santos! Mas mesmo assim, ainda desconfio que a santidade é a mais perfeita forma da advocacia de si mesmo, a suprema advocacia.

Um comentário:

DESKCH disse...

Advocacia pode ser um caminho promissor nas ideias de quem já está nela ou que busca dinheiro e status, afinal advogado é advogado! Mas creio que ser advogado no país em que leis servem apenas para prender pobre faltou dizer: quer defender a elite e ganha tapinhas nas costas? Pela advocacia se chega lá. Quer viver a miséria da condição humana? Pela advocacia se chega lá.