quinta-feira, 27 de agosto de 2009

O lendário dr. J. Tiller

Conta Carlos Brasílio em seu livro Oratória Macônica que o dr. J. Tiller foi o mais notável advogado inglês do século XIX, e era conhecido por nunca ter perdido uma causa sequer durante sua longa e brilhante carreira.

A força de sua retórica era tanta que nos últimos anos de sua existência comparecia ao Tribunal do Júri na última hora e, com uma simples "vista de olhos" nos autos e o auxílio de uma assistente, inteirava-se rapidamente do teor do processo e punha-se à luta.

O brilho de suas palavras, a força de seus argumentos e a lógica de seu raciocínio hipnotizavam todos: público, jurados e testemunhas.

Conta-se que um dia, numa dessas célebres sessões de última hora, o dr. J. Tiller ao falar encantadoramente em favor do acusado no júri, com uma empolgante tese de defesa, foi abordado pela sua assistente que entregou-lhe um documento e sussurou ao seu ouvido:

"Dr. Tiller, o senhor está defendendo a pessoa errada; o seu cliente é a parte contrária".

E ele, sem se perturbar, continuou a sua peroração em alto e bom tom:

"Tudo isso que acabei de falar é o que o advogado deste facínora vai alegar, tudo muito bonito, mas vou lhes mostrar de forma clara e insofismável a culpa deste assassino, deste facínora desalmado, deste Caim impiedoso".

E conseguiu vencer o Júri. São essas lendas que só a advocacia criminal é capaz de produzir, para o deleite de toda a confraria.

Um comentário:

Helton Santiago disse...

Exelente! Me rendeu boas risadas.
Uma historia concerteza fascinante!