quarta-feira, 8 de outubro de 2008

O pagamento dos meus honorários

Macarrão é o engraxate que trabalha no Fórum. Já virou folclore.

"Sou o mais importante dos engraxates, engraxo sapato de juiz, de promotor e de advogado". Costuma se gabar, o Macarrão.

Macarrão me pediu ajuda para resolver um problema seu, na Justiça.

"Quanto o senhor vai me cobrar, doutor".

"Vamos ver Macarrão, vamos ver. Talvez não cobre nada, dependendo da estatura do teu problema".

"Se o senhor não me cobrar nada vou engraxar seu sapato toda vez que me pedir, de graça, pela vida toda."

Findei não cobrando nada.

E até hoje o Macarrão engraxa meu sapato. Só que com pena dele, pago o que lhe é devido, a cada engraxada, pois vive disso.

Não é justo ter livrado o Macarrão de uma pena - que seria até mais rápida e mais branda - para fazê-lo cair em outra, degradante, cruel, constitucionalmente proibida: engraxar meu sapato pela vida toda, uma perpétua prestação de serviço a comunidade, ou melhor, a mim.

2 comentários:

Leandrius disse...

por isso que sempre lhe chamo de magnanimo, um grande abraço e sucesso meu amigo

Renata disse...

Hilariamente emocionante!
É possível?!