segunda-feira, 8 de novembro de 2010

A inspiração dos raios do sol

Sou feliz em poder chegar no meu escritório ainda com os primeiros raios do sol penetrando pela janela, tocando suavemente minha cabeça, e inspirando-me a escrever.

Tenho um carinho especial por este blog, onde posso externar o meu interior. Alegra-me a quantidade de pessoas que por aqui passam, que leem e comentam minhas postagens, que seguem com atenção cada novo texto que surge. Sem esse feedback é difícil manter um blog atualizado, vivo, útil. Sou grato a todos.

Não escrevo por escrever, meu critério é o prazer e a utilidade que o texto pode proporcionar. Ele tem que nascer fluente, livre, verdadeiro, puro, sincero, da experiencia vivida, porque ao escrever tenho que ser o primeiro a procurar praticar o que escrevo.

Só inicio minhas atividades laborais depois de ter dado a luz ao que me propus escrever. Não estava programado para escrever isso que eu estou escrevendo agora, mas senti o toque para fazê-lo, e por isso faço.

Quero continuar tendo o prazer de escrever, quero continuar tendo o prazer de viver, o prazer de ser livre, quero continuar tendo o prazer de louvar e bendizer cada amanhecer, e nele ser inspirado por essa grande luz do criador, que banha a todos, santos e pecadores, com os seus raios abençoados.

2 comentários:

fatima disse...

puxa sanderson, que linda mensagem ao ler senti uma grande força interior, continue com esse brilhantismo, vc tem o dom da palavra, adoro ler seus textos que muito tem nos acrescentado e nos ajudado a superar obstáculos dessa longa caminhada. obrigada.

sua seguidora
fatima eliamen

Sanderson Silva de Moura disse...

Olá Fátima,

Estamos todos neste caminho de superação, em busca da felicidade.

Grato por suas palavras.

Sanderson Moura