segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Dois erros que um presidente da OAB não poderia cometer

O presidente da OAB Florindo Poersch cometeu dois imaturos erros no processo eleitoral de 2010, com consequências desastrosas para a sua imagem, que findou atingindo, lamentavelmente, também, a boa fama que desfruta a instituição que ele representa.

O primeiro erro: andar pra cima e pra baixo com Tião Viana, candidato do PT a governador do Acre, como se fosse um vassalo do poder.

O segundo erro: tomar partido na briga entre Demóstenes Nascimento e João Correia, em favor de Demóstenes Nascimento.

Em relação ao primeiro erro: isso é um indigno atentado a independência política da OAB e as nossas tradições históricas, uma afronta a consciência jurídica da classe dos advogados.

Em relação ao segundo erro: foi em decorrência do primeiro, já que ele está subordinado ao Senador Tião Viana. O presidente da OAB, numa situação como esta, deveria ficar equidistante das partes agindo como um estadista, um defensor da boa convivência democrática, um promotor do aperfeiçoamento institucional.

Se a primeira gestão de Florindo Poerch a frente da OAB trouxe saborosos frutos para a advocacia, a segunda tem sido para nós um motivo de vergonha. Diante desses fatos omitir minha opinião consistiria em trair meu dever profissional.

5 comentários:

Divino Nunes Mesquita disse...

Não só a OAB, ma stodas as instituições devem ter independência e não devem participar de eleições. Os bajuladores do poder se quiserem entrar na política que deixem as instituições, porque e uma vergonha para o Brasil essa mesquinharia denominada de "loteamento" de cargos públicos. Isso e típico de "crme organizado"
Enquanto o povo passa fome, nada funciona sem interferênca política.
PARABÉNS SANDERSON!!!

Ativistadacre disse...

Advogado Sanderson Moura,Colega...
Somos poucos,Irrepreensível Seu
Comentário,Que os faço Meus!!!
VERGONHA É A PALAVRA MOTRIZ!!!
Este 'Tal presidente' Envergonha
a Sí mesmo...Não atinge-Nos...
OSTRACISMO É O SEU LEGADO!!!

Saudações Humanitárias e Cidadãs.

Joana D'arc Valente Santana,EU SOU!

Anônimo disse...

Parabenizo sua coragem no manifesto. Ato de bravura diante de todo poderil que aí se apresenta. Muitos pensam igual, porém se omitem e essa omissão causa um mal terrível ao homem, pois no seu íntimo sabe que se acovardou.
Zé buchada

eliane disse...

Sanderson,
Se cada um de nós fizessemos a nossa parte, como vc está fazendo a sua, nossa sociedade seria outra, não podemos ver pessoas se corompento e achar isso normal, realmente é uma vergonha pessoas que representam Instituições sérias, tomarem partido dessa forma.
parabéns, continuem usando a sua maior arma. a palavra!

Danielle disse...

É complicado! Nesse Estado normalmente quem se dá melhor é justo quem anda "puxando o saco" do governo. E esse senhor não é diferente.

Infelizmente é Presidente da OAB, insituição que deveria ser imparcial em relação aos jogos políticos que temos no Acre.

Viva EU!! Pois preciso estudar e muito pra pagar minhas contas no final do mês e mesmo assim, não ando correndo atrás de Presidente PTista!

Danielle