quinta-feira, 1 de março de 2012

Você é quem cria seu céu e o seu inferno também!

Esta semana venho meditando a respeito de um sutra de Buda, tirado de seu livro Dammapada, que significa O Caminho da Justiça. Sutra é  uma pequena afirmação, rica de estudos interpretativos, que contém o essencial, é como se fosse uma máxima. Essa forma de dizer as coisas importantes da vida de uma maneira  sucinta facilitava a memorização e a  transmissão oral de seus ensinamentos por seus discípulos.  Esse sutra  que estou meditando é comentado por Osho no livro A Descoberta do Buda. Diariamente, durante a semana,  revejo o texto escolhido, o examino,  procuro vivê-lo. Ele não me deixa outra saída a não ser olhar para dentro de mim mesmo, mesmo nos momentos desagradáveis, onde tendemos a lançar culpar para todos os lados.

Diz o sutra de Buda: "A maldade é sua. A Tristeza é sua. Mas a virtude também é. E a pureza. Você é a fonte de toda pureza e de toda impureza".

Comentário de Osho: "É você quem cria seu céu, é você quem cria seu inferno. É você quem escolhe; a responsabilidade é sua. Um indivíduo que procura a transformação aceita essa responsabilidade de si mesmo. Você é fonte de tudo que acontece no seu exterior. Precisa -se de uma observação bastante alerta, bem corajosa, bem inteligente para ver isso. Ser responsável por tudo que acontece com você parece algo muito cruel, desesperador, pesado, angustiante, mas só no começo. Uma vez que isso seja aceito devagarzinho você fica ciente do grande potencial e da grande liberdade que isso traz. Se eu sou responsável pela minha infelicidade, então posso abandoná-la, pois sou responsável pela minha felicidade também. Se você é um espinho para si, criará espinhos a sua volta. Se você é um jardim para si, criará um jardim em sua volta. O mundo é um eco, não deixa de lhe responder."

Não é fácil encarar de frente a verdade. "Mas conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará", disse o Divino Mestre Jesus.

"Ser responsável por tudo que acontece com você parece algo muito cruel, desesperador, pesado, angustiante, mas só no começo. Uma vez que isso seja aceito devagarzinho você fica ciente do grande potencial e da grande liberdade que isso traz".

5 comentários:

Anônimo disse...

Inspirador parabens pelos textos!

Roberto B. Parentoni disse...

Que Assim Seja!!!

Antonio Graim Neto disse...

Essa mensagem nos relembra que temos sempre uma escolha...

Sanderson Silva de Moura disse...

Grato amigo Parentoni,

abraços

Sanderson

Sanderson Silva de Moura disse...

Antonio Graim Neto,

E que somos responsáveis por nossas escolhas.

Sanderson