quinta-feira, 30 de julho de 2009

Estilo próprio de advogar

Cada advogado deve desenvolver seu estilo próprio de advogar. É aconselhável que se espelhe no que temos de melhor na nossa tradição. Mas nada de macaquear.

Quem assim procede perde a graça, o brilho, vira motivo de falatório. O estilo próprio deve fluir de acordo com a sua natureza. E quanto mais cedo descobrir o seu estilo, melhor para desenvolvê-lo, melhor para burilá-lo.

O mandamento é: seja você mesmo.

Eduardo Couture no livro Os Dez Mandamentos do Advogado ensina que "o estilo da advocacia não é a unidade, mas a diversidade. Busquemos na experiência de nosso tempo o bonus vir ius dicendi peritus, o advogado que simbolize toda a classe e, muito provavelmente, não o haveremos de encontrar".

Às vezes nos identificamos com determinada pessoa que admiramos, e se não nos mantivermos conscientes, somos levados a imitá-la.

Falo isso por experiência própria. Se tem uma coisa que eu valorizo como sagrado é o conhecimento oriundo da experiência.

Quando estagiário de direito, inconscientemente, mas em algumas oportunidades conscientemente também, imitava determinada pessoa que admirava, e que ainda admiro muito.

Certo dia, um promotor de justiça se aproximou de mim e disse-me que eu tinha um futuro dos mais brilhantes na advocacia, porém devia ficar atento para não imitar o jeito de determinada pessoa, porque isso ofuscaria meu estilo e atrapalharia meu crescimento profissional.

Que bom que alguém apareceu para mim e me fez essa crítica. Sou um sortudo desde o início. De pronto acatei o conselho, e desde lá venho procurando desenvolver meu estilo próprio, sem, é claro, deixar de admirar e de louvar e de agradeçer e de contemplar os grandes advogados criminalistas que inspiraram minha carreira profissional.

Um comentário:

manoela costa disse...

lí sobre a postagem "estilo próprio de advogar" e realmente,sim desde o aluno ja deve definir seu "estilo" para advogar,como aluna observo atentamente os professores e em ve-los sempre sem graça ou frios,bem até que conheci uma professora ao aveso de tudo que ja tinha visto, gostei! e ela me disse: se você tem um belo sorriso pra quer escondê-lo? Creio que estilo próprio sirva para qualquer profissão e pessoas, desde que sendo você mesmo.